Pará Musical
Publicidade texto
Notícias  

Pará arrebata troféus, plateia e críticos

Gaby Amarantos e Gang do Eletro faturam prêmios na MTV e no Multishow e ensinam geografia ao Brasil

Por Redação Foto: Divulgação
Gaby Amarantos reage ao anúncio de premiação no VMB

Em pouco mais de três dias, artistas que estão levando a bandeira da nova música paraense tiveram seus esforços recompensados. A porta-voz do movimento, Gaby Amarantos, faturou quatro prêmios e, quer queiram quer não, uniu o apelo do público que lota seus shows a aprovação da crítica que a enche de adjetivos elogiosos.

Numa cerimonia de premiação que teve como grandes vencedores Michel Teló e o romântico Cícero, a paraense faturou o prêmio Multishow de “Melhor Novo Hit” com seu ‘Ex may-love’. Mas o grande reconhecimento veio na noite da última quinta-feira, quando o Video Music Brasil fez Gaby desbancar os rappers dos Racionais MC e ser eleita a “Artista do Ano”.

E que ano ela está tendo. Com música-tema em novela recordista de audiência da Globo (Cheias de Charme), o CD “Treme”, produzido por Carlos Eduardo Miranda e contando com nomes de alta qualidade na produção, como o diretor artístico Felix Robatto - e sendo muito baixado no ITunes -, rendeu na MTV o prêmio de “Melhor Capa”. Gaby ainda faturou o prêmio de Artista Feminina do Ano.

“Estou muito feliz porque nosso País está deixando de ser careta. Viva a nossa música brasileira feita no Pará", disse ao ganhar o último e mais importante prêmio da noite, entregue pelo VJ humorista Marcelo Adnet. A cantora foi a única artista a ganhar mais de um prêmio nessa edição do VMB.

O VMB aconteceu apenas dois dias depois do Prêmio Multishow de Música Brasileira, ocorrido no Rio de Janeiro na terça-feira, e Adnet não deixou de fazer piada com a situação. "Temos dez shows hoje. Isso é que é prêmio 'multi shows'", brincou o humorista. Na premiação carioca, Gaby Amarantos levou Felipe Cordeiro e Lia Sophia para a sua apresentação e foi direta: “Vamos trazer a sonoridade do Pará pra vocês”. Juntos, eles mandaram o hit da novela, “Ai Menina” e “Ela tá no Ar”, sendo bastante aplaudidos.

Além de Gaby, a Gang do Eletro também ganhou como ‘artista revelação’ coroando um ano cheio de aparições em festivais importantes como o Sónar São Paulo e o Recbeat. Também tiveram boa repercussão em matérias em veículos como a Rolling Stone e o jornal Folha de São Paulo.

Críticas - A programação da emissora não ficou isenta de críticas. A imprensa ressaltou as falhas técnicas, principalmente no sistema de áudio.  Já nas redes sociais, os paraenses ficaram divididos entre os que reprovaram a “identidade” mais associada ao estilo tecnobrega dos representantes do estado nas premiações e aqueles que apoiaram Gaby e seus conterrâneos.

O vocalista da banda Delinquentes, Jayme Katarro, saiu em defesa de Gaby, que foi muito criticada por fãs mais radicais do rock. “Fiquei muito feliz com a vitória da Gaby Amarantos ontem no VMB. Assim como a vitória dela e da Gang do Eletro no prêmio Multishow. E ver o trio Felipe Cordeiro, Gaby e Lia Sophia tocando para aquele público pra mim já é uma vitória em si. Uma vitória da música feita aqui. Não se trata de gostar ou não”, assinalou, em depoimento no Facebook.

Independente das divergências internas, não se pode mais ignorar a importância nacional de Gaby e dessa nova música paraense. A revista Veja, por exemplo, disse em seu site, ironicamente, que ela está ajudando a ensinar geografia ao povo brasileiro, referindo-se às gafes cometidas pelos apresentadores dos dois prêmios sobre a localização do Pará. “Ao comentar o sucesso da cantora, uma apresentadora e o júri das festas a chamaram de nordestina. Contudo, se esqueceram de um ‘detalhe’: o Pará está localizado no Norte, não no Nordeste do Brasil”, destaca o texto.

Já no VMB, ao entregar um dos troféus para a cantora paraense, a apresentadora do SBT Patrícia Abravanel a chamou de "Beyoncé do Nordeste". "Beyoncé nada, meu nome é Gaby Amarantos, p... Eu represento um novo padrão. Não sou magra, não uso 38", respondeu, sem porém, corrigir o erro de geografia. 

Leia texto da Veja.

21 de setembro, 2012 - 16h04
Nome
E-mail
Mensagem

Comentários (0):

Nenhum comentário publicado.

contato@paramusica.com.br

Escreva-nos!

Mensagem