Pará Musical
Publicidade texto
Notícias  

Amazônia Jazz Band em Santarém

Grupo se apresenta pela primeira vez na Orla do Rio Tapajós, dentro do projeto de interiorização da Secult

Por Agência Pará Foto: Carlos Sodré
Amazônia Jazz Band toca em Santarém

   Neste mês de junho, a Secretaria de Cultura do Estado do Pará (Secult) retoma o seu projeto de interiorização, desta vez promovendo um concerto da Amazônia Jazz Band (AJB) na cidade de Santarém, região oeste do Estado, nesta sexta-feira, dia 22, às 19 horas, na orla do rio Tapajós. Dentro das atividades do projeto, além da apresentação da AJB, haverá três oficinas de música que serão ministradas por integrantes da orquestra. Toda a programação é gratuita.

 
   É a primeira vez em que a AJB se apresenta em Santarém. O concerto marca também o aniversário de 351 anos da cidade, que se comemora no próprio dia 22, cuja programação se iniciou em 15 deste mês e segue até 2 de julho. A apresentação da Amazônia Jazz Band se constitui assim como uma homenagem do Governo do Estado do Pará a essa bela cidade do oeste paraense, conhecida como “Pérola do Tapajós”.
 
   O projeto de interiorização da Secult visa a formação de plateia, promovendo o acesso do público a concertos. A novidade, este ano, é a inclusão de ações educativas, com a promoção de oficinas. “O programa, além das apresentações das orquestras pelo interior do Pará, procura fomentar novos talentos para a música instrumental nos locais onde houver as apresentações”, explicou o gerente de música da Secult, Augusto Ó de Almeida.
 
    Apresentação - Sob a regência do maestro Nelson Neves, a Amazônia Jazz Band, que viaja e se apresenta completa com seus 21 integrantes, vai mostrar um repertório vibrante, que tem atraído uma multidão de amantes da música instrumental aos últimos concertos da orquestra em Belém, além de uma obra do maestro santareno Wilson Fonseca (Mestre Isoca), escrita especialmente para a Jazz Band. A homenagem ao Mestre Isoca se justifica porque em 2012, se ainda estivesse vivo, o músico completaria 100 anos de nascimento. Wilson Fonseca é um dos mais importantes compositores paraenses e deixou uma obra vasta de músicas sacras, clássicas, populares e folclóricas, num acervo de mais de mil composições.
 
   O repertório da AJB, com cerca de dez músicas, em Santarém, terá clássicos da música instrumental internacional, ao lado de ritmos latinos, funk e samba, como por exemplo, “Funky Cha-cha”, de Arturo Sandoval, que é um convite à dança, além de “Masquerade”, “In a mellow tone”, “Funkyby numbers”, “Latin import”, entre outros. A peça escrita pelo Mestre Isoca, especialmente para a Amazônia Jazz Band, chama-se “Amazônia”, e é uma suíte em três movimentos, como explica o maestro Nelson Neves. “A suíte é composta de três movimentos. Começa em ritmo de samba, passa pelo fox e termina em frevo. É muito interessante a forma como Mestre Isoca conseguiu harmonizar dois ritmos brasileiros e um americano (fox), o que tornou essa peça muito cativante para quem a executa e para quem a ouve”, disse o maestro.
 
   Nelson Neves diz que a apresentação é muito importante para que haja uma troca de experiências entre os músicos da orquestra e os instrumentistas santarenos, em forma de intercâmbio, com as oficinas que serão ministradas. “O que é importante também é que vamos homenagear o maestro na terra natal dele. Queremos mostrar ao público o trabalho da orquestra, o que é muito enriquecedor para os músicos e teremos uma excelente oportunidade de homenagear o talento de Wilson Fonseca”, enfatizou.
 
    Ainda pelo programa de interiorização, a Secult promove a apresentação da Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz (OSTP), no dia 27, às 20h30, na igreja do Santíssimo, em Santarém, também em homenagem ao Mestre Isoca. Nesta apresentação, a orquestra será regida por maestro Agostinho Jr., que é neto de Wilson Fonseca e regente adjunto da OSTP.
 
   Entre os dias 25 e 29 deste mês, em Santarém, alunos de música poderão aprimorar seus conhecimentos com três oficinas ministradas por músicos da AJB. As oficinas são de saxofone e clarinete com o músico Marcos Cardoso “Puff”, e de percussão, com Cláudio Costa. As oficinas serão ministradas na Escola de Música Wilson Fonseca, pelamanhã e à tarde, e são gratuitas.
 
 
SERVIÇO:
Apresentação da Amazônia Jazz Band, dia 22 (sexta-feira).
Às19 horas, na orla do rio Tapajós, em Santarém (PA).
Entrada gratuita.
 
 
 
20 de junho, 2012 - 14h47
Nome
E-mail
Mensagem

Comentários (0):

Nenhum comentário publicado.

contato@paramusica.com.br

Escreva-nos!

Mensagem