Pará Musical
Publicidade texto
Notícias  

A Euterpia se reúne em Belém

Grupo fez ultima apresentação junto em São Paulo no ano de 2009 e agora se reencontra no Pará

Por Elielton Amador Foto: Fernanda Brito
Marisa Brito conduz a reunião d'A Euterpia

A banda paraense A Euterpia, que surgiu em Belém em 1998 e acabou em 2009 deixando órfã uma legião fiel de fãs, vai se reunir novamente para uma confraternização na próxima sexta-feira no pub Café com Arte. A apresentação vai contar com a presença dos membros originais Marisa Brito (voz),  Carlos Canhão (bateria), Márcio Pato Melo (contrabaixo), Tom Salazar Cano (guitarra e backing vocal), além da participação de Angela Rika, na flauta.

Só faltará a presença de Antonio Novaes, compositor, instrumentista e cantor, que está morando na Itália e não poderá participar da reunião. “Na verdade, foi uma coincidência que propiciou esse momento. Marisa, que está morando em São Paulo, chega essa semana, e Canhão, que também está radicado naquele estado, também está por aqui. Vai ser uma oportunidade da gente se ver de novo, matar a saudade de tocar juntos”, contou Tom Salazarcano.

Misturando as influências de Arrigo Barnabé, Itamar Assunção, Tom Zé, poesia surrealista, cinema novo, tropicália, brega, pop e outras referências modernas, A Euterpia compôs clássicos do cancioneiro indie alternativo paraense como “Veneza”, “Brechot do Brega” e “Revirando o Sótão” –  esta última empresta o nome ao único álbum lançado pela banda em 2007, através do selo Na Music.

Atualmente, Tom Salazarcano ensina música no Conservatório Carlos Gomes e trabalha como músico de estúdio e acompanhante, tendo tocado com cantoras como Aíla, Gláfira Lobo e participando de projetos como o Secreto Macacos. Carlos Canhão tocou em São Paulo com Vadim Klokov Trio, um grupo de música instrumental. Marisa Brito chegou a compor a banda de Edgar Scandurra, fazendo backing vocal e se lançou em carreira solo. Márcio Pato Melo ainda toca em gigs em Belém e se dedica à família.

Antonio Novaes falou com o Pará Música pela internet de Milão, onde mora e estuda teatro, “mas sempre usando a música como linguagem”. Ele disse não tem previsão de retornar a Belém, e disse que lamenta não poder estar na reunião da banda. “Infelizmente não vou estar por aí, mas sem dúvida vai ser uma farra muito boa”, disse ele.

Novaes, que compôs “Brechot do Brega”, música recentemente gravada no disco de Aíla, comentou a nova versão e anunciou um projeto solo. “Gosto muito daquela versão da Aíla, ela é muito astral. Aqui eu to tocando com uma moçada, mas decidi que vou fazer um disco totalmente solo. Comecei essa semana a fazer arranjos, devo começar a fazer bases esse semestre. Talvez isso seja coisa pro ano que vem , quando a coisa tiver pronta mando sem duvida para vocês aí”, despediu-se.

A apresentação da banda acontecerá na próxima sexta-feira, dentro da programação da festa Drinking Games, do coletivo Pogobol, a partir das 22 horas. Os ingressos custam R$ 10 até a meia noite e até as 22h, dá direito a um drink. O Café Com Arte fica em Belém na Avenida Rui Barbosa, entre Av. Nazaré e Braz de Aguiar.

 

SERVIÇO:

Show A Euterpia

+ Dj's pogobol

- Gabrie Gaya

- Masato Hidaka

- Thiago Oliva

Dj's convidados

- Alex Pinheiro

- Chikaus

- Daniel Mendes (Quero Causar)

- Igor Alves

Dj residente

- Beto Figueiredo

Ingresso:

R$ 15 até 00h (depois R$ 20)

Chegando até às 22h o ingresso vale como consumação

17 de abril, 2012 - 19h21
Nome
E-mail
Mensagem

Comentários (0):

Nenhum comentário publicado.

contato@paramusica.com.br

Escreva-nos!

Mensagem