Pará Musical
Publicidade texto
Notícias  

Sebastião Tapajós lança disco novo

“Da Lapa ao Mascote” mostra a trajetória do artista por lugares e sonoridades que revelam o Brasil diverso

Por Redação Foto: Divulgação
O violonista Sebastião Tapajós se inspirou na música brasileira e da Amazônia

“Da Lapa ao Mascote” é o mais novo trabalho do violonista paraense Sebastião Tapajós, inspirado em suas experiências vividas no Rio de janeiro e em Santarém. A partir do olhar sobre esses dois pontos distantes geograficamente, embora intimamente ligados pela sua refinada música, surgiu o prazeroso desafio de compor este CD, que nos delicia com um resultado irretocável. Sem dúvida, um brinde à música brasileira e uma preciosa homenagem a estes dois belos lugares.

Ao lado de sua reconhecida postura natural e sensível ao violão, Sebastião ousou em uma formação inédita na sua discografia, trazendo para este projeto músicos da nova geração de Santarém: Edmarcio Paixão (violão e guitarra), Andreson Dourado (teclado), Júnior Castro (sax alto e soprano, flauta, gaita), Gean Araújo (trombone), Dhionny Viana (contrabaixo), Yuri Lima (bateria), Silvan Galvão (percussão), além de um convidado especial, o percussionista Marcio Jardim. O disco teve também a prata da casa assinando a direção executiva, com Monique Marinho, e a direção artística, com Edmarcio Paixão.

Sebastião Tapajós mostra neste novo trabalho autoral as suas influências do swing amazônico, do tempero do samba e da elegância da bossa nova carioca. Em resumo, diz o violonista, “é um tributo a estes lugares, revelado musicalmente em uma linguagem original e contemporânea”. E complementa, “para o show de lançamento, a Iluminação, o figurino, o cenário, tudo foi pensado para levar o espectador pelos caminhos da Amazônia, interagindo com movimento da noite carioca, representada pela Lapa”.

O lançamento do CD “Da lapa ao Mascote” acontece gratuitamente neste mês de maio em Santarém (dia 17, às 20h, no Centro Recreativo), em Belém (dia 23, às 21h, no Theatro da Paz) e no Rio de Janeiro (dia 25, às 21h, no Teatro Rival). Nessas apresentações, Sebastião conta com a sua atual formação de jovens músicos e ainda com intervenções coreográficas de bailarinos e de poemas que traduzem a sua viagem imaginária “Da Lapa ao Mascote”. Os arranjos são assinados pelo próprio violonista.

Sebastião Tapajós recebeu o título de Doutor Honoris pela Universidade do Estado do Pará, no último dia 16. no dia 21, às 20h, volta a participar de mais uma edição da Motra Terruá Pará de Música.

“Da lapa ao Mascote” é patrocinado pela Natura Musical, por meio da Lei Semear do Governo do Estado do Pará, da Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves, e conta com apoio cultural da Prefeitura Municipal de Santarém, Secretaria de Estado de Cultura do Pará e dos Supermercados CR.

NA REDE:

http://vimeo.com/64346668

16 de maio, 2013 - 19h11
Nome
E-mail
Mensagem

Comentários (0):

Nenhum comentário publicado.

contato@paramusica.com.br

Escreva-nos!

Mensagem