Pará Musical
Publicidade texto
Notícias  

Adamor do Bandolim volta ao palco

Depois de um afastamento de um ano causado por problemas de saúde, compositor e instrumentista toca no Chorinho do Parque

Por Dani Franco Foto: Divulgação
A catarata tirou Adamor do Bandolin de cena por um ano, mas ele está de volta

Quarta edição do projeto Chorinho no Parque traz de volta o som de Adamor do Bandolim neste domingo, dia 03. Palco do Parque dos Igarapés recebe ainda o grupo Jazz Us. Tudo a partir do meio-dia, aproveitando o dia.

Após as quatro primeiras edições, o projeto “Chorinho no Parque” traz de volta aos palcos um dos mais importantes compositores do Pará, Adamor do Bandolim, que chega depois de passar um ano sem tocar. “Eu fiquei cego de um olho e o outro só tem 70% da vista. Não conseguia tocar porque não tinha ânimo mesmo. Esse convite foi uma surpresa. É um alento”, explica o próprio.

Adamor se revela emocionado e feliz às vésperas de voltar aos palcos. Complicações durante uma cirurgia contra catarata o levaram à cegueira e depressão, uma combinação que parou até mesmo a gravação de seu novo disco.

Vencida a batalha, Adamor agora segue compondo novas canções e pensando no próximo trabalho. O convite para tocar no projeto Chorinho do Parque foi recebido por ele como a chave para abrir este novo ciclo. “Hoje eu tô enxergando com o olho da alma. A luz tá voltando”, revela.

Autodidata, o músico se apaixonou pela música aos sete anos de idade e segue a caminho dos 56 anos de carreira. “Meu pai tinha um disco de 78 rotações do Aníbal Sardinha, que era chamado de ‘garoto’. Então eu achei que esse ‘garoto’ era comigo”, conta Adamor. Nascido em Anajás, no Marajó, Adamor se tornou “do Bandolim” bem depois da infância. Seu primeiro instrumento foi o banjo, que aprendeu a tocar aos 16 anos já em Macapá.

O bandolim como marca registrada foi impresso no disco “Chora Marajó”, gravado em 1989 onde estão as principais composições do músico. Ao todo, Adamor do Bandolim tem 42 canções gravadas e outras 30 ainda inéditas, das quais algumas estarão no novo disco que teve as gravações interrompidas em 2011 e que já estão sendo retomadas neste ano de 2013.

No show deste domingo, dia 3, Adamor do Bandolim pretende apresentar algumas dessas composições, além clássicos de Pixinguinha, Dorival Caymmi, Waldir Azevedo, Jacob do Bandolim e até mesmo Clara Nunes. Na empreitada, o músico terá como companheiros de palco Amarildo Raiol, no pandeiro; Paulinho Moura, no violão de 7 cordas, e Carlos Meireles, no cavaquinho. “Estou muito feliz em poder tocar de novo e quero levar isso ao público. Quando toco estou em sintonia com Deus, é isso que importa”.

Jazz - Além do chorinho de Adamor, o Parque dos Igarapés também terá show de outro grupo paraense, o Jazz Us. Formado por Willy Benitez (bateria), Rafael Ishak (violão e sax), Régis Patrick (contrabaixo) e Davi Benitez (teclado), o grupo é uma tentativa de transformar temas de estilos variados em jazz. Temas que fazem parte do conhecimento popular, mas sempre foram tocados em outros estilos. Dentre eles estão o choro, a valsa e o rock. O principal objetivo do grupo é alcançar ao público que não tem intimidade com o ritmo. Por este motivo que foram escolhidas canções populares, que serão trabalhadas e repaginadas ao modo jazz de tocar.

Tendo o chorinho como ponto principal a ser explorado, o repertório do Jazz Us terá os mais conhecidos temas do estilo e outros, nem tanto, como o Casarão, por exemplo. Entre os chorões estão Chiquinha Gonzaga, Ernesto Nazareth e Pixinguinha.

Além do chorinho, também será feito sorteio para o circuito de arborismo e tirolesa do Parque dos Igarapés, além do plantio de mudas com o público presente.

O Projeto “Chorinho no Parque” é uma iniciativa viabilizada graças à lei Tó Teixeira da Fumbel e Prefeitura de Belém, com realização do Instituto Ariri Vivo em parceria com o Parque dos Igarapés e apoio da Associação Sabor Selvagem e Nine Burguer Hamburgeria.

SERVIÇO:

Quarta edição do Projeto “Chorinho no Parque” – com Adamor do Bandolim e Jazz Us

Onde: No Complexo Ecológico Parque dos Igarapés, no conjunto Satélite – WE 12, n. 1000 (entrada pela Rodovia Mário Covas).

Quando: Domingo 03/01, a partir de 14 horas.

Quanto: R$ 15 - na portaria do Parque dos Igarapés

Informações: 8291-6992 / 3248-1718

02 de março, 2013 - 13h14
Nome
E-mail
Mensagem

Comentários (0):

Nenhum comentário publicado.

contato@paramusica.com.br

Escreva-nos!

Mensagem