Pará Musical
Publicidade texto
Músicos Empreendedores  

“Vou me reaproximar de Belém”

O guitarrista Chimbinha fala como pretende administrar sua carreira solo, que será retomada, com a agenda de shows da nova Calypso

Por Elielton Amador Foto: A. Miranda
 
 
Chimbinha na sala de sua casa, onde falou com exclusividade ao Pará Música
 
 
    Interessados na audiência (veja matéria) em torno da novela provocada pela separação de Joel e Chimbinha, jornalistas locais e nacionais passaram batido no que mais importa: a música. Chimbinha, considerado um herói da guitarra paraense, falou com exclusividade ao site Pará Música. Ele contou seus planos, que incluem retomar, depois de mais de 16 anos, a carreira de guitarrista solo, lançando o segundo volume de “Guitarras que Cantam”, álbum que ele lançou ainda na década de 1990, antes do sucesso estrondoso com a banda Calypso. 
   
   Ele também contou que vai relançar, na voz de Thábata Mendes, a música de Félix Robbato, “Eu quero cerveja”. De acordo com a assessoria do guitarrista deve ser o hit do próximo verão. Fala em renovação e espera ter uma versão “mais jovem” da Calypso. Também disse que vai trabalhar com o mesmo time de compositores que ajudou a projetar sua banda com composições feitas sob medida do estilo da banda. 
 
   Nesse momento, Chimbinha não pensa em trabalhar com novos artistas a não ser a cantora que também está produzindo, em paralelo à reorganização de sua banda. Confira. 
 
Queria falar um pouco da tua carreira de guitarrista solo. Com essa situação da Calypso eu até pensei que você fosse dar um tempo na banda e reativar sua carreira solo. Como vai ficar essa situação? 
 
    A minha carreira de guitarrista solo não vai acabar, não. Eu parei durante 16 anos ou mais. Eu dei um tempo, mas agora eu estou voltando. Acabei de gravar um CD e um DVD do “Guitarras que Cantam 2”. Eu vou fazer o show de 20 anos desse disco [Guitarras que Cantam Vol. 01] lá no Mercado de Carne do Ver-o-Peso, aqui em Belém, agora em dezembro.  Estou planejando isso com meu grande amigo Ney Messias, que está desenvolvendo já o projeto para a gente comemorar com esse evento. E esse show de 20 anos eu vou levar para todo o Brasil. Não vou tocar aos finais de semana porque estarei com a Calyoso, mas pretendo tocar durante a semana em lugares como o Sesc e outros teatros pequenos. Para o povo que gosta de guitarradas e música instrumental.
 
Então, vai ser como o “lado B” da sua carreira principal com a Calypso?
 
   Sim. Eu vou continuar com a Calypso, mas vou ter a minha carreira paralela como instrumentista.  Não vou parar, não. 
 
Tem se falado que essas circunstâncias atuais poderiam ser estratégia de marketing. Mas nós sabemos que, independente disso, a banda Calypso construiu a sua carreira com muito trabalho, obviamente, mas também com uma qualidade musical que inclui ainda a participação de muitos músicos e compositores. Como vai continuar essa relação de você com esse time?
 
    Nós vamos continuar com a mesma galera que vem trabalhando comigo há muitos anos.  Quem vai trabalhar comigo vai ser Dedê, Teobaldo Júnior e muitos outros. Entre os compositores, estão comigo o Kim Marques, Edilson Moreno e Tonny Brasil. A galera que vem construindo essa trajetória há muito tempo. De Recife, temos o Marquinhos Maraial; de Aracajú, tem o Beto Cajú. O Michael Sulivan, que é pernambucano. Muitos outros que estão comigo nessa história aí.
 
Sobre a cena de Belém. Com essa mudança você está vindo mais para Belém, você acha que vai se envolver nesse trabalho mais alternativo com os músicos da cena local?
 
    Olha, eu fiquei muito anos afastado de Belém. Foram mais de 16 anos longe da cidade. Vinha aqui em Belém só visitar minha família que estava aqui. Passava uns dias, mas não saia muito na noite. Agora, não. Eu vou aproveitar para conhecer mais pessoas. Eu já conheci o Felix Robbato, artista que tem um talento maravilhoso. Ele tem umas ideias muito boas. Hoje é meio amigo, e, inclusive, eu vou regravar uma música dele agora nesse novo projeto. Tivemos uma unidade bacana. Então, tem várias pessoas comigo nessa nova fase da minha vida.
 
A Calypso foi, principalmente para Belém, uma espécie de herói da nossa cena cultural. Porque vocês conseguiram levar a música do Pará para o Brasil e até para o mundo. Hoje, por causa de uma indústria cultural que exclui uma parte da cultura nacional, existem poucos artistas paraenses presentes nessa cena cultural. Você pretende ampliar seus negócios e lançar novos artistas, talvez abrir uma gravadora, novos talentos?
 
    Agora meu plano é continuar com a banda Calypso, trabalhar com a banda Calypso. Mostrar esse novo trabalho.  Na verdade, eu já tenho uma artista que é a Jade que eu já estou me dedicando ao trabalho dela. Eu não tenho tempo e nem equipe para trabalhar um artista novo. É preciso ter tempo e equipe para poder trabalhar com esses artistas. Senão eles podem até ficar chateados com a gente. Eu preciso ter tempo e uma equipe para isso, mas, no momento, a minha dedicação maior é a Calypso e o trabalho da Jade. 
 
E quem vai lançar os trabalhos daqui para a frente com a Calypso? 
 
    Eu trabalho com várias gravadoras. Porque o nosso produto sempre foi independente. Nós lançamos pela nossa gravadora mesmo e a distribuição eu estou estudando por qual gravadora nós vamos fazer. A Calypso sempre foi e vai continuar sendo independente. 
 
03 de novembro, 2015 - 11h00
Nome
E-mail
Mensagem

Comentários (12):

FwmivZvh

This piece was cogent, wewerl-ittln, and pithy.

FwmivZvh

This piece was cogent, wewerl-ittln, and pithy.

FwmivZvh

This piece was cogent, wewerl-ittln, and pithy.

851HKh6VwK

You've got to be kidding me-it's so tratnparensly clear now! http://rypqadf.com [url=http://jgcuwgkge.com]jgcuwgkge[/url] [link=http://hjiafli.com]hjiafli[/link]

851HKh6VwK

You've got to be kidding me-it's so tratnparensly clear now! http://rypqadf.com [url=http://jgcuwgkge.com]jgcuwgkge[/url] [link=http://hjiafli.com]hjiafli[/link]

851HKh6VwK

You've got to be kidding me-it's so tratnparensly clear now! http://rypqadf.com [url=http://jgcuwgkge.com]jgcuwgkge[/url] [link=http://hjiafli.com]hjiafli[/link]

tV8iTG4PAAaw

So true. Honesty and everything reicdnozeg.

tV8iTG4PAAaw

So true. Honesty and everything reicdnozeg.

tV8iTG4PAAaw

So true. Honesty and everything reicdnozeg.

ton0fy3t

That's a posting full of inthgis!

ton0fy3t

That's a posting full of inthgis!

ton0fy3t

That's a posting full of inthgis!


contato@paramusica.com.br

Escreva-nos!

Mensagem