Pará Musical
Publicidade texto
Menu Musical  

Um mestre do violão brasileiro

Músico santarenos gravou 80 discos com a nata da MPB e tem reconhecimento internacional

Sebastião Tapajós dedicada sua sensibilidade e sua técnica ao violão

Violonista e compositor brasileiro. Nasceu em Santarém (PA) em 16 de abril de 1942. Desde muito cedo começou a mostrar grandes habilidades e um domínio inusitado do instrumento, realizando uma destacada carreira e recebendo, em curto tempo, o reconhecimento do público e até de violonistas como Emilio Pujol, Paco de Lucia, Gerardo Nuñez, Cacho Tirao e Baden Powell.

Foi considerado pela critica especializada, por longos anos, um dos melhores violonistas do mundo, se expressando com a mesma autoridade e naturalidade, tanto no repertório erudito como no popular.

A obra de Villa Lobos foi amplamente divulgada, mundo afora, pelo violão de Sebastião Tapajós. É, sem dúvida, exímio intérprete, além de compositor inconteste. Sempre procurou seguir a sua própria intuição, experimentando nas harmonias, timbres, desenvolvendo técnicas e criando músicas que já são clássicos do violão brasileiro. A obra de Tapajós é monumental, com quase 80 discos gravados. O artista continua compondo, gravando e dando concertos ativamente.

Ao longo de sua carreira, o músico já tocou com nomes consagrados de nossa música como Hermeto Pascoal, Gilson Peranzzetta, Zimbo Trio, Waldir Azevedo, Altamiro Carrilho, Paulo Moura, Sivuca, Maurício Einhorn, Paulinho Nogueira, Joel do Bandolim, Ney Conceição, Marco Pereira, entre outros. Na cena internacional, atuou ao lado de  Gerry Mulligan, Astor Piazzolla, Oscar Peterson e Paquito D'Rivera.

Tapajós é hoje um músico de grande respeito na Europa, onde se apresentou inúmeras vezes durante as últimas décadas, particularmente na Alemanha, onde já lançou mais de cinquenta discos. Em sua sólida carreira internacional, o violonista continua realizando turnês, tornando-se um dos maiores divulgadores da música brasileira no exterior. Todos os seus discos têm sido relançados em CD em vários países.

Além de sua obra como Instrumentista, é compositor de mais de 200 canções. Suas canções transitam nas vozes de grandes intérpretes da música brasileira, como Emílio Santiago, Miltinho, Pery Ribeiro, Jane Duboc, Maria Creuza, Fafá de Belém, Nilson Chaves e outros.

16 de maio, 2013 - 19h22
Nome
E-mail
Mensagem

Comentários (0):

Nenhum comentário publicado.

contato@paramusica.com.br

Escreva-nos!

Mensagem