Pará Musical
Publicidade texto
Antes da Chuva  

Lambateria mantém a cena em movimento

Ambiente descontraído para dançar ao som dos artistas que se projetaram com o burburinho da música de Belém

Por Nicobates
 
Com carisma Lia Sophia agitou e botou todo mundo para dançar no fiteiro

 

Nos tempos difíceis em vivemos no Brasil, para muitos, é até difícil sair e se divertir. Mas nós sabemos que o espaço do lazer e da cultura é fundamental para manter o espírito em boa fé e bom ânimo. É nesse sentido que devemos louvar as iniciativas empreendedoras de artistas e produtores que organizam festas de primeira linha em Belém. Uma dessas iniciativas tem chamado a atenção já há algum tempo. É a Lambateria, organizada pelo guitarrista Félix Robbato, sua esposa e produtora Sonia e equipe.

No último dia 19, quinta-feira, a equipe do Pará Música foi conhecer a festa que há muito houve falar nas redes sociais, e se alegrou com o ambiente de descontração, que reúne jovens, adultos e idosos em um único ambiente, onde o que impera é a vontade de dançar e se divertir. Pagando um preço justo, o PM pode desfrutar de boa música, bebida e dançar ao som de um baile conduzido por uma impecavelmente bela e sempre carismática Lia Sophia (Felix estava fora da cidade) e sua banda.

Jovens meninas e meninos pareciam clamar pela companhia de dançarino(a)s, mas o clima era de “rasgação” moderada. Quem deu exemplo de samba (quer dizer de merengue e carimbo) foi um senhor já sexagenário que chamou a atenção do público e recebeu uma homenagem da cantora (não consigo lembrar o nome do Seu...). E jovens que dançavam sem distinção de gênero entre os pares.

O set do DJ Zek Picoteiro embalou a festa antes e depois do show com ênfase no melody e fazia a classe média dançar em segurança (coisa rara na cidade hoje) e sem vergonha mesmo para desenvolver os primeiros passos (difíceis) de uma dança veloz e animada. Enquanto o repertório de Lia Sophia estava centrado na música latina e no carimbó, animando artistas celebrados que circulavam no ambiente como Camillo Royale e Juliana Sinimbú.

Terminada a apresentação, Lia posou para fotos com os fãs ali mesmo no meio do são, já que o ambiente não formalidades excessivas como camarim. Mostrou a humildade e o carinho que a cantora tem pelos seus admiradores e a vontade de fazer girar a roda da cena mais projetada do Brasil, mas, que como muitas, precisa de muito esforço de seus empreendedores para continuar brilhando.

Mais que isso, para além de todo o hype e todo burburinho de Belém, a Lambateria é um ambiente de descontração e cultura formidável, natural, orgânico e sensível. O Pará Música parabeniza os produtores e artistas da festa e mostra um trechinho do que rolou no show de Lia Sophia. 

23 de janeiro, 2017 - 05h56
Nome
E-mail
Mensagem

Comentários (0):

Nenhum comentário publicado.

contato@paramusica.com.br

Escreva-nos!

Mensagem